A festa dos bonecos não tem fronteiras

De 18 de maio a 06 de junho, 10ª. FESTINECO terá espetáculos de grupos do DF, de vários estados do Brasil e da Argentina,Colômbia, Espanha, Itália, México e Peru


Entre Janelas - Cia Teto | Foto: Divulgação.

O  10ª. FESTINECO - Festival de Teatro de Bonecos começa nesta quinta (18/05), às 9h, em frente à administração regional do Gama (DF)  com um cortejo especial com brincantes e bonecos, por ocasião do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Tendo como mestre de cerimônias a jornalista Márcia Witczak, na sequência, às 10h, o Grupo Saltimbanqui (México) apresentará o espetáculo "Cuentos de México". Às 15h, no mesmo local, será a vez do mestre bonequeiro do DF, Chico Simões, do Mamulengo Presepada brindar o público com "O Romance do Vaqueiro Benedito". Este projeto conta com o patrocínio do FAC-DF. Todas as apresentações do Festineco serão abertas e gratuitas e contam com Libras e Audiodescrição. Programação completa no Instagram @voarteatrodeboneco

De 18 de maio a 06 de junho, o evento terá espetáculos no Gama (no Teatro Paulo Gracindo do SESC, no Parque do Setor Leste, na Feira Permanente e no  Espaço Voar PRÓ-DF), em Santa Maria ( no  Galpão Cultural, na Quadra Central e no Colégio Paloma) e Recanto das Emas (no  Espaço Cultural Ceu das Artes). Serão 66 apresentações de teatro de bonecos, sendo 22 espetáculos, sendo 10 de grupos do DF, 06 de grupos nacionais ( SP, RS, SC, MG, PR e PE) e 06 de grupos internacionais ( Argentina,Colômbia, Espanha, Itália, México e Peru). Cada espetáculo selecionado realizará  03 apresentações em locais variados: espaços culturais, escolas, teatros e ruas. O Festineco conta com apoio das Administrações Regionais do Gama e de Santa Maria, da Polícia Militar do Gama, do SESC-DF, da CAESB, da ACTB, da ABTB, da Secretaria de Justiça e Cidadania e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Espetáculos do primeiro dia

Cuentos de México - Espetáculo de marionetes para o público familiar, que apresenta vários contos focados na vida do México e de seu povo. São utilizadas diferentes técnicas de manipulação, como luvas ou fios e a dramatização das histórias mexicanas é acompanhada por música ao vivo com voz, jarana ( instrumento musical de 8 cordas, da região sul do estado de Veracruz, México) e sanfona.

Grupo Saltimbanqui (México) -  Projeto cultural que desde 1976 se dedica ao teatro, pesquisa e promoção de formas estéticas na cultura popular, em bairros, praças, vilas, comunidades indígenas, escolas. Os espetáculos têm como objetivo promover o encontro das pessoas com a sua comunidade e contexto cultural, de forma a melhorar as condições de convivência, recomposição do tecido social, equidade e recuperação do espaço público para atividades culturais. As suas preocupações são de criar laços com outros artistas, partilhar sonhos, sonhar e fazer sonhar.

O Romance do Vaqueiro Benedito conta a história do amor proibido de Benedito e Margarida. Como ela está grávida, eles fogem com o Boi Estrela para a cidade, onde enfrentarão as dificuldades naturais da vida e a perseguição do terrível Capitão João Redondo. Os personagens deste romance são bonecos bem brasileiros, como Zé da Sanfona, Rosinha do Bole-bole, Palhaço da Vitória e Janeiro-Vem-Janeiro-Vai. Outros têm parentesco com a Commedia Dell'Arte, como o Doutor-Mané-Vou-Lá-Hoje e Briguelinha. Outros, ainda, são mitológicos, como a Alma da Defunta Sem Vergonha, José Lusbel Tufá e o Jaraguá, ou animais simbólicos, como a Cobra Grande Carpina, o Boi Estrela, o Urubu Limpa Mundo e o Passarinho Boa Nova.

Chico Simões - brincante, palhaço, ativista, pesquisador inquieto e incansável das culturas tradicionais.Chico já viajou por todo Brasil e por mais de 25 países com seus brinquedos fabulosos, ao longo de sua carreira de mais de 30 anos.

Seminário Portal do Mamulengo - O coordenador de produção e bonequeiro, Marco Augusto de Rezende, afirma que a 10a. edição do FESTINECO, vai celebrar o Teatro de Bonecos Popular do Nordeste, registrado pelo IPHAN como patrimônio cultural imaterial do Brasil em 2015. Com isso, será realizado o seminário PORTAL DO MAMULENGO com 50 brincantes e mestres registrados na plataforma online criada pelo grupo Voar no âmbito do "Edital Matchfunding BNDES+", que estimula ações de legado para o patrimônio cultural brasileiro..

"O evento realizará uma marcante homenagem pela passagem dos 50 anos da Associação Brasileira de Teatro de Bonecos (ABTB) por meio da realização do seminário do Portal do Mamulengo, atividade que discutirá a importância do teatro de formas animadas", diz Marco Augusto.

Grupos participantes - Comprometido com as preciosas trocas de experiências, o evento mantém firme sua tradição de trazer grupos internacionais. Esta edição comemorativa de 10 anos  recebe os seguintes grupos internacionais: Alpargatas e Tras Cartón ( Argentina), Compagnia Diaghilev e Circo Forum (Itália), Grupo Saltimbanqui (México), Ángeles de Trapo (Espanha),  Grupo de Teatro Hugo e Inês (Peru) e Grupo Jabrú de Teatro de Títeres (Colômbia). De outras unidades da federação temos: Valdeck de Garanhuns e Cia Circo de Bonecos (SP), Cia Lumbra (RS), Cia Mútua (SC), Cartin Nardi (MG), Tato Criação Cênica (PR) e Habib Zahra & Valeria Rey Soto (PE). Já do DF contaremos com as encantadas apresentações de: -Chico Simões, do Mamulengo Presepada; Cia Titeritar; As Caixeiras Cia de Bonecas; Cia Jorge Crespo, Cidade dos Bonecos, Mamulengo Alegria, Mamulengo Sem Fronteiras, Bagagem Cia de Bonecos e Mamulengo Fuzuê.

Acessibilidade -Além de Libras e Audiodescrição nas apresentações, a equipe do Festineco conta também com Pessoas com Deficiência. Todas as apresentações serão realizadas em espaços que possuam acessibilidade ao público portador de necessidades especiais de locomoção e assentos reservados.

Festineco- O FESTINECO se consolidou como o maior festival de artes cênicas realizado totalmente fora do Plano-Piloto, contribuindo com a descentralização das opções culturais na periferia de Brasília. Nas edições anteriores a cidade do Gama viveu uma intensa programação de alta qualidade. O Festival contou com a participação de grupos nacionais e internacionais, com artistas da Argentina, Portugal, Espanha, Estados Unidos, Uruguai, Colômbia, México e do Chile. A nível nacional contou com a participação de representantes dos estados de Goiás, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. Na edição 2016, o festival superou a expectativa de público, mais de 9 mil pessoas assistiram às 21 apresentações realizadas gratuitamente para a população.

INFORMAÇÕES: (61) 99901-382

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

BRB